terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Lázarus - resenha


Há certos elementos necessários para se fixar os olhos, deglutir as palavras e se envolver com a história de um livro. Dentre esses elementos pode-se destacar o bom texto, a fluência das palavras, a criatividade e, acima de tudo, um enredo que prenda a atenção do leitor. Lázarus, de Georgette Silen (Editora Novo Século) consegue sintetizar tudo isso, de forma a oferecer uma leitura prazerosa.

O livro, publicado no ano de 2010, revela a história da museóloga Laura Vargas que, recebe um convite para ser curadora em um museu na Inglaterra, na cidade de Bristol. Ela aceita a oportunidade e se muda com a filha adolescente, Cinthia. E, com a mudança, a trama se desenvolve com maestria, oferecendo ao leitor uma saga com vampiros e outros seres sobrenaturais, que mesclam seus seus poderes e influências no mundo mortal, sem serem percebidos pela sociedade.

O livro contém doses balanceadas de romance, sempre permeadas por suspense e mistérios sobrenaturais. Desde que se muda para Bristol, Laura, logo de cara, já recebe a notícia que a cidade tem um “serial killer”, que deixa suas vítimas sem sangue. A partir deste ponto, a museóloga começa a tomar conhecimento de que vampiros não são apenas um mito: vivem em sintonia com a sociedade e respondem a uma Ordem, de forma a não criarem conflitos (não tão nítidos) com a humanidade.

O nome Lázarus, que dá título ao livro, se explica no decorrer da trama. Se atrever a contar o que significa, é acabar com o diferencial do livro. Livro que, por sinal, é bem criativo e cheio de suspense, exigindo fôlego do leitor para dar braçadas num mundo secreto, onde vampiros e humanos travam uma luta pela estabilidade – e pelo poder. Sempre o poder.

Adendo: Lázarus é o primeiro volume da série, que contará com mais três livros: Panacéia, Nênia e Zênite.Mais informações: http://sagalazarus.blogspot.com/

Um comentário:

  1. Olá Juliano!

    Sabe que queria ler esse livro. Li resenhas positivas e tenho curiosidade em conhecer o trabalho da Georgette! Gostei das coisas que tu apontou!

    :)
    @nine_stecanella
    http://janinestecanella.blogspot.com/

    ResponderExcluir