segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Eu e meus clones, meus clones e eu

Vez ou outra ouço alguém dizer que me viu em algum lugar. Estranhamente, talvez eu nunca tenha frequentado o lugar, mas a pessoas, categoricamente, afirmam que sim. Só pode ser um sósia, ou um clone ou, ainda, um et camuflado com a primeira coisa que ele viu na Terra, ou seja, eu.

Estas histórias me alegram. Acho interessante haver pessoas parecidas comigo. Não, não é um ataque narcísista, mas sim uma leve constatação: há mais de 6 bilhões de pessoas no mundo e há quem tenha o rosto similar ao outros. Não são 6 bilhões de rostos diferentes: há alguns gato-pingados que se parecem. Logo, meu rosto e o seu e o de qualquer um é, neste ponto de vista, um rosto comum ante aos bilhões na Terra.

Uma vizinha afirmou, certa vez, que me viu em uma esfiharia. E eu fumava. Eu frequento aquela esfiharia, mas não fumo (só passivamente, o que com a lei anti-tabaco diminuiu consideravelmente, ainda bem). Um colega também me viu caminhando numa avenida da cidade. Eu já caminhei por esta avenida, porém o que me chocou: entrei numa loja de esportes. O problema está aí: não pratico esportes.

A mãe de um colega afirmou de pés juntos que eu fazia capoeira e que ela tinha me visto várias vezes. Se eu ao menos tivesse ginga, eu poderia passar por capoeirista, mas... Não é bem assim.

Até no mundo virtual surgem algumas destas sacadas. Nesta semana uma pessoa que eu sigo e que me segue no Twitter, a @sintonizada, veio me perguntar: "você tava no no canto ontem?". Respondi que não. E ela retrucou: "eu quase fui falar com seu clone achando que era você. hahahahahha".

São por essas e outras que me divirto em saber que meu rosto é comum. E só há três hipóteses para explicar isso: 1) Fui clonado / 2) Tenho irmãos gêmeos que foram separados / 3) Ets se apossaram de meu visual para dominar o mundo.

Abaixo seguem alguns clones / gêmeos / Ets. O primeiro foi retirado de um cartaz da Unicamp. O segundo é o Che do seriado O.C.



2 comentários:

  1. Sem querer cair pra isso de causar reboliço na população, mas to levando fé na hipótese 3. Achei mais um Juliano na rua esses dias! rs

    ResponderExcluir
  2. Os Julianos vão dominar o mundo! kkkkkk

    ResponderExcluir